˚ ༘♡ ⋆。˚ Atenção ˚ ༘♡ ⋆。˚

 ┌───❀*̥˚───❀*̥˚──┐

Esse é um espaço de

conforto, favor não

ser rude nos comentários.

Qualquer dúvida pode

entrar em contato pelo

Instagram.

┗━━•❃°•°❀°•°❃•━━┛

Ad Code

˚ ♡ 。˚ Siga o Insta! @eudelirico ˚ ♡ 。˚

23 anos, mas e as conquistas?

Olá Delíricos

Hoje o papo é mais pessoal. Eu não fazia isso a mais de 1 ano, talvez 2. Estava precisando fazer algo assim. Sinto essa falta.
Não irei divulgar esse post como faço com os outros, e por isso ele provavelmente não terá cometários.

Senta, que lá vem hist- muita falação e encheção de linguiça

Esse ano tem sido um ano de pequenas grandes mudanças para mim, e por causa disso eu senti necessidade de mudar. Mas mudar para o antigo.

Triste nostalgia ˚ ༘♡ ⋆。˚

Essa semana me peguei olhando as postagens antigas aqui do blog, especificamente os comentários. Vi comentários com links de blogs que nem existem mais, e outros que existem mas estão abandonados desde 2017 ou antes.
Me senti triste e nostalgica. Continuei adentrando nos links, olhando os blogrolls alheios em busca de algum desses blogs antigos, que ainda estivesse ativo. E a cada "O blog foi removido" eu ficava mais triste.
Até encontrei alguns ativos, mas nem eram de pessoas que eu tinha contato ou então não tinham mais aquela estética cheia de coisas fofas, pixel art, cursor do mouse personalizado, e com o "corpo" do blog pequeno e centralizadinho.
Teve sim uns gatos pingados aqui e ali que ainda são como naquela época, mas depois que eu dei uma de stalker, descobri que são pessoas já na casa dos 30, o que não tem problema e que provavelmente não iriam querer amigar comigo por eu ser mais nova ?. Fiquei acanhada e não interagi.

O fato é que olhando tudo isso eu me senti perdida. Eu lembro que no começo, apesar do meu blog ser um caos, eu gostava de postar coisas pessoais com uma certa frequência. E essa frequência foi diminuindo, até não acontecer mais.
Quero isso de volta, sabe? E aqui estou eu. E vocês verão posts assim de agora em diante.
Lógico que não irei parar com as resenhas. Só quero trazer mais de mim para esse lugar, que inicialemnte era só sobre isso, todo meu.


Semana passada fiz anivesário. Fiz 23 anos na Sexta-Feira (16).
Geralmente eu fico MUITO cabisbaixa no meu anivesário, mas esse ano foi diferente. Não fiquei feliz, mas eu simplesmente passei o dia sem nem sequer me lembrar de que era o meu aniversário. E foi melhor assim.
Eu cresci numa família que não comemora essas coisas, então acho que por isso acabei pegando raiva dessa data.

Mês passado eu acabei encontrando os perfis de algumas pessoas que estudaram comigo, e fui abrindo um por um, por pura curiosidade. Fiquei em choque pois mudaram muito. Filhos, casamentos, etc., me senti atrasada e parada no tempo... Não que eu queira essas coisas para mim, longe disso. Mas é de cair o cy da bund4 ver que quem te destruía na escola agora tem uma vida aparetemente feliz e normal, enquanto você não evoluiu e não conquistou nada, não tem amigos, e tem medo de entrevistas de emprego.


Influencer? Hoje não, Faro. ˚ ༘♡ ⋆。˚

Esse ano eu mudei em algumas coisas: Eu queria muito ser uma influencer famosa, mas depois de ficar me frustrando no Instagram que tenta ser um tiktok, muda tudo toda hora, e está deixando todo mundo com nojo de entrar lá eu comecei a perceber que talvez isso não fosse para mim.
O que mais me fez mudar em relação a esse sonho foi o famigerado Tiktok. Eu fui "cancelada" lá! Eu postei um vídeo com um audio viral que todo mundo estava usando para dizer coisas que gostavam e não gostavam. Fiz um focando no meu nicho, que era cabelo cacheado, dizendo que eu particularmente não acho bonito c4belo cach3ado com fr4nja lis4, ou todo marcad0, p4rtidão ao m3io - censurei sim, pq não quero que isso apareça nos resultados de pesquisa e aquele povo me ache aqui 💀
Depois de quase 1M de views, e uma enxurrada de gente me xingando eu percebi ali, que eu NUNCA teria culhões para ser famosa. Num primeiro deslize, que resultasse em um cancelamento real e pesado, eu com certeza cometeria s*icí*o. Só nesse "de boinha" eu já quase tive um treco: acordei vomitando e me tremendo, pensando nas mil e uma possibilidades que aquilo tudo resultaria.

Depois dessa horrível conclusão e mudei tudo. Não apaguei as minhas contas, apenas removi alguns vídeos, arquivei BASTANTE coisa no Instagram, e agora estou postando quando eu quero, e a maioria fotos de mim mesma.
Também deixei de seguir algumas contas. Antes, após alguns mini "cursos" de influencer sim, isso existe eu mentia para mim mesma que eu tinha que seguir gente do mesmo nicho que eu, para me inspirar. No final, eu só ficava me cobrando por não ter os mesmo números ou não produzir o bastante, como eles. E agora que deixei de seguir, e comecei a seguir contas de coisas que eu realmente gosto de ver, meu explorar todo lindo, sendo uma delícia ficar por lá.

Também voltei a usar o Tumblr. Mas não posto coisas, só reblogo e curto. Fairy, cottage e coquette core bombando, e eu amo.

Mudanças que eu queria ˚ ༘♡ ⋆。˚

→ Eu queria muito, e ainda quero, arrumar um emprego. Fui iludida, quando mais nova, achando que conseguiria um emprego por causa do Guarda-Mirim, mas nem me chamaram pra participar. Fiquei o restante da adolescência frustrada. Tentei cursos para implementar o currículo, mas não pude terminar de pagar. Quando menos percebi, já tinha 18 e terminado a escola.
Voltei, esse ano, a tentar cursos. Dessa vez aqueles online, com certificado apenas de participação. Aliás, fica aqui a dica de lugares para fazer cursos de graça:

→ Também quero renovar meu guarda-roupas. Um sonho, né?
Eu tenho praticamente as mesmas roupas desde o ensino médio, fazendo a sensação de "parada no tempo" ser ainda mais forte.
Tudo de uma vez eu tenho plena consciência que não teria como, mas aos poucos eu sei que dá. Shein, me agurde, que gastarei meus trocados por aí.

→ Gostaria DEMAIS de registrar a marca do blog (INPI), para proteger isso aqui melhor. E ter o direito de reivindicar o @eudelirico em todas as redes sociais. No Facebook e no Tumblr, por exemplo, eu tenho que trocar o último O por 0, por já estar sendo utilizado.
Para fazer isso, fica bem salgado, então vai ficar pro futuro

→ Quero comprar um template personalizado para o blog. Mas tenho medo de enjoar fácil, pois eu mudei bastante de template (gratuito) esse ano 😆. Toda hora eu estou atrás de um que tenha tudo que eu quero, mas que seja diferente do antigo. Nem faz sentido, mas tem sido assim


Por enquanto é isso.
Agradeço, apesar d etudo, a vida que tenho. Sei bem que após a pandemia tudo ficou difícil, e eu vir aqui conar meus perregues parece reclamar de boca cheira. Mas no final das contas, a vida é isso: nunca estar satisfeito com o que se tem.

Postar um comentário

0 Comentários